Escolha uma Página

As eleições 2010 estão completamente definidas. Hoje, conversando sobre o assunto, recordei bons momentos (apesar da “correria” e da enorme quantidade de trabalho!) das reportagens que tive oportunidade de fazer na capital do Brasil. Por isso, resolvi postar algumas fotos dos bastidores da gravação da série especial “Conhecer para decidir” (exibida pela TV Século 21, em setembro).

Localizada na região centro oeste, no meio do cerrado goiano, Brasília foi projetada pelo urbanista Lucio Costa e o arquiteto Oscar Niemeyer.

As formas da nova capital representou uma revolução na arquitetura do país. Hoje, Brasília é tombada como Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade.

Brasília é divida em asa sul e asa norte: onde ficam as zonas residenciais; eixo monumental: onde estão os setores governamental e administrativo; e a Praça dos Três Poderes: onde ficam o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

Na foto o Eixo Monumental visto da Torre de TV de Brasília.

Congresso Nacional

Museu JK – no local estão o corpo do ex-presidente do Brasil Juscelino Kubitschek, diversos objetos que pertenciam a ele, além de um grande acervo de livros, fotos e medalhas.

Catedral Metropolitana – tem uma planta circular e no interior vitrais que impressionam. Por fora o prédio remete a uma coroa de espinhos. Desperta admiração!

Palácio da Alvorada – residência do presidente da república fica as margens de um lago artificial, que alivia um pouco o clima do cerrado.

 Idas e vindas pelas ruas da capital do Brasil… Muito trabalho!

Ponte JK – é outra linda obra arquitetônica, premiada internacionalmente pela sua beleza.

 

Paranoá – lago artificial possui 40 quilômetros quadrados de extensão.

Lugar é frequentado por praticantes de wakeboard, windsurf e pesca profissional.

Congresso Nacional : arquitetura moderna 

Durante gravação na Câmara dos Deputados… pausa para um rápido descanso!

“Catetinho” – Antes da conclusão do projeto do Palácio da Alvorada, Juscelino teve uma residência provisória, feita de tábuas. O “Catetinho” serviu como a primeira sede do governo. O nome veio do diminutivo do Palácio presidencial no Rio, Palácio do Catete. Apesar da simplicidade, o local ainda é preservado.

Equipe: Neno de Oliveira (cinegrafista), eu! e Daniel Ximenes (diretor de programa)

Pin It on Pinterest

Share This