Escolha uma Página

O texto abaixo foi lido pela minha mestra Nanci Maria Gianfrancesco, durante uma aula de yoga (sou adepta e recomendo!) ! Gostei muito, por isso resolvi compartilhar!  Não sei a autoria do texto – quem souber, a caixa de comentário é toda sua!

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia desaparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a”criança interna” tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

O plantio é livre, mas a colheita obrigatória…
Preste atenção no que você esta plantando, pois será o que irá colher!

Assim sendo, desejo que você se cuide.

Sua saúde e sua vida dependem de suas escolhas.
Escolha ser FELIZ!

Não deixe de aproveitar o fim de semana!

Namastê!

Pin It on Pinterest

Share This