Escolha uma Página
O momento quando uma coisa se transforma em outra é o momento mais bonito.” Vik Muniz
Procuro sempre dividir com vocês minhas impressões sobre livros, dicas de música, textos, lugares e hoje minha proposta é diferente! = )
 
A dica é um documentário. É sempre bom assistir algo interessante!
Não é nenhum lançamento… Estreou em janeiro de 2011 nos cinemas de São Paulo e Rio de Janeiro. Mas, essa semana, durante um bate papo com amigos, falamos sobre ele – e foi aí que surgiu a ideia de compartilhar com vocês aqui no blog.
Trata-se do documentário Lixo Extraordinário (filmado de 2007 a 2009), que mostra o trabalho realizado pelo artista Vik Muniz com a comunidade do Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro, o maior aterro sanitário da América Latina.
 
 
Já assistiu?!
Lixo extraordinário mostra com sensibilidade a produção de algumas obras de arte feitas a partir de resíduos e restos de coisas que as pessoas jogam fora.
Muniz acompanhou o cotidiano dos catadores de materiais recicláveis que possaram para fotos que remetiam a obras de Michelangelo Caravaggio e Leonardo Da Vinci. A partir dessas fotos, os próprios moradores da região criaram, juntamente com o artista plástico, imensos painéis feitos de lixo retirado do Jardim Gramacho. Depois, esses painéis foram fotografados em alta-resolução e ganharam espaço em galerias de arte do mundo inteiro. Os quadros chegaram a custar 200 mil dólares. No Brasil, a exposição de Vik quebrou os recordes de público, mais de um milhão de pessoas viram, perdendo em popularidade apenas para Picasso.

 

O filme, dirigido por Lucy Walker, João Jardim e Karen Harley, já rendeu vários prêmios de melhor de filme nos festivais de Berlim, Sundance e Paulínia. 
Eu poderia falar por horas sobre o documentário, achei lindo! Mas prefiro que você assista e tenha sua própria opinião!
 
Minha dica é: veja agora mesmo! Ou então volte mais tarde, com mais tempo, e acompanhe com atenção! Não vai se arrepender = )
 

Saiba mais:
Vik Muniz nasceu no Brasil e foi radicado nos Estados Unidos onde começou a se interessar por técnicas artísticas inusitadas. Ficou conhecido pelos brasileiros a partir do seu trabalho na abertura da novela Passione (Globo), em que pneus, ferro-velho, flores se reciclavam em uma obra-de-arte. 
 
 

Pin It on Pinterest

Share This