Escolha uma Página

Você sabia que depois da acne, as olheiras são a segunda queixa dermatológica mais comum?
Muitas pessoas já estão cansadas de levantar olhar-se ao espelho e ver que as indesejadas olheiras continuam lá. Mas afinal, como acabar com as olheiras?
Para você conhecer as causas e aprender a cuidar melhor dessa região tão delicada do rosto ouvi a dermatologista Oriete Gerin Leite.

Quais as causas mais comuns?

As olheiras têm muitas causas e o tratamento depende da avaliação correta de caso a caso. Dentre as causas mais frequentes do surgimento e piora das olheiras estão a falta de sono e o cansaço, surgindo comumente pelo excesso de pigmentos (vasculares e melanina) deixando uma coloração marrom arroxeada típica. Além dessa hiperpigmentação, tanto a atrofia da região palpebral quanto o afinamento da pele ao longo do tempo, associadas a flacidez e ao envelhecimento conferem um aspecto de sombra e escurecimento da região.
A incidência é maior em homens ou mulheres?
A incidência das olheiras é igual entre homens e mulheres, mas parece acometer com mais intensidade as mulheres com peles morenas.
Existe um grupo específico que tende a desenvolver olheiras?
As olheiras podem surgir em qualquer pessoa, entretanto, tendem a ser mais exuberantes nas pessoas com pele mais morena (pois produzem mais melanina) e em certas etnias como os povos árabes, latinos, indianos e orientais.
Quais fatores aumentam a incidência de olheiras?
Os fatores que aumentam a predisposição a olheiras, além do genético, são diversos como a falta de sono, o cansaço, o stress, a tensão pré-menstrual, o envelhecimento, hábitos pouco saudáveis como o cigarro e álcool.
Quando começar a se preocupar?
As olheiras, apesar de poderem ser um reflexo do funcionamento do organismo, não evoluem para doenças de pele. Não existe uma classificação científica sobre olheiras, o que sabemos é que a precocidade no início de seu tratamento permite melhor controle sobre este problema que, infelizmente, não tem cura e requer cuidados contínuos.
Quais as principais opções de tratamento?
Pequenas dicas para a mudança de hábitos podem ajudar no controle e atenuação deste problema como:
– dormir bem, entre 7 e 9 horas por dia;
– realizar compressas geladas locais algumas vezes ao dia;
– uso de protetores solares e óculos para evitar pigmentação;
– procure não fumar ou beber álcool. Não só faz mal à sua saúde no geral como também prejudica bastante a pele;
– uso de maquiagem corretiva adequada melhora muito o aspecto geral.
Quando as olheiras ainda teimam em ficar, medidas mais eficazes como uso de substâncias clareadoras, antiaging, descongestionantes dos vasos e antiinflamatórias são necessárias sob a forma de creme para área dos olhos. Dentre os procedimentos mais eficazes estão: laser vascular, luz intensa pulsada, preenchedores de ácido hialurônico (para os casos de atrofia da região), peelings químicos e carboxiterapia.
Quais alimentos melhoram e previnem olheiras?
Produtos como linhaça, peixes, castanha do pará e amêndoas podem ser benéficos.
E quais os alimentos que pioram as olheiras?
É descrito que alimentos ricos em açúcar, sal e gorduras pioram as olheiras.
Emulsão antissinais para contorno dos olhos funciona?
É sempre preciso ficar atento aos cosméticos ditos milagrosos para olheiras, pois além da baixa eficácia, podem originar irritações e alergias. Portanto, consulte um dermatologista para melhor avaliação sobre seu tipo de olheira e quais produtos seriam mais eficazes.
Mitos e verdades
– Fatias de pepinos ajudam a minimizar as olheiras?
Fatias de pepino, batata, assim como compressas com chá de camomila ou chá verde se aplicadas geladas na região das pálpebras, algumas vezes ao dia, podem atenuar o aspecto das olheiras e o inchaço das pálpebras pela constrição dos vasos que a temperatura baixa promove. Mas a melhora é apenas momentânea.
– Saquinhos de chá de ervas ajudam?
A aplicação de compressas geladas destas substâncias pode atenuar o problema, mas não utilize substâncias fotossensibilizantes como o limão!
– Sucos de frutas também minimizam olheiras?
Suco de fruta in natura, feito e ingerido  na hora, é rico em substâncias antioxidantes e, portanto , é um grande aliado nos tratamentos dermatológicos em geral.

Pin It on Pinterest

Share This