Escolha uma Página

Você já deve ter ouvido falar em gordura saturada e insaturada, certo?
Mas você sabe o que são essas gorduras? Quais as diferenças entre elas? Quanto consumir diariamente?
Para você entender o papel das gorduras no organismo, ouvi o nutrólogo e doutor em Ciência dos Alimentos Edson Credidio.
Os alimentos, tanto os naturais como os processados, podem conter vários tipos de gordura. Alguns tipos têm efeito positivo à saúde, aumentando o HDL (“colesterol bom”) enquanto outros podem ser prejudiciais, aumentando o nível de LDL (“colesterol ruim”).
As gorduras são divididas de acordo com as diferenças na sua estrutura em lipídeos:
·         Simples: consistem principalmente em triglicerídeos
·         Compostas: são formadas por uma gordura neutra em combinação com outras substâncias químicas, como por Fosfolipídios ou Glicolipídios.
·         Derivadas: Este grupo de gorduras inclui substâncias derivadas das  gorduras simples e compostas. A mais conhecida é o colesterol.

Gordura insaturada
A gordura insaturada é a mais saudável, pois aumenta o nível do colesterol bom – HDL. Ajuda reduzir o colesterol ruim e triglicérides.
É comum encontrá-la em alimentos como: abacate, oleaginosas (amêndoas, castanha-do-pará, nozes), sementes de linhaça, óleos vegetais (girassol, canola, soja, milho), azeite de oliva extra-virgem, peixes (salmão, sardinha, atum).
A quantidade consumida diariamente deve ser de, no máximo, 44 gramas.
Gordura saturada 

 

As gorduras saturadas podem ser encontradas no óleo e derivados de côco, bacon e banha de porco, óleo de algodão, óleo de palma (dendê), carnes gordurosas e laticínios integrais.
No geral, especialistas condenam a gordura saturada, relacionando-a com o aumento de problemas cardíacos. Aumenta o colesterol ruim (LDL), que se deposita nas artérias.
A quantidade ideal a ser consumida diariamente é de, no máximo, 20 gramas.

Gordura vegetal hidrogenada
A gordura hidrogenada melhora a textura e aumenta a vida de prateleira dos produtos, por isso é muito utilizada na indústria e por redes de fast-food.
Produtos como margarina, sorvete, biscoito, bolo, torta, pães, salgadinhos, pipoca de microondas, bombons são fontes de gordura hidrogenada, portanto contem gordura trans
Gordura Trans
As gorduras trans são encontradas em produtos industrializados (“gordura vegetal”) após um processo de hidrogenação de óleos vegetais, como acontece com a margarina.
Deve ser evitada, pois estudos indicam que o consumo de gorduras trans em maiores quantidades está ligado ao desenvolvimentos de doenças do coração. As gorduras saturadas e trans contribuem para o aumento do colesterol ruim – LDL, entupindo as artérias, podendo levar ao infarto ou derrame cerebral.
DICA: Uma maneira segura de comprovar a adição de gordura trans nos produtos é conferir a relação de ingredientes. Se constatar ‘gordura vegetal hidrogenada’, ou ‘gordura vegetal’, certamente contém gordura trans.

Veja na tabela abaixo a quantidade de gordura trans presente em alguns alimentos: 
Produto
Quantidade
Gordura trans
Biscoito água e sal
2 unidades (30g)
      1,0 g
Biscoito recheado
2 unidades (30g)
      1,5 g
Biscoito tipo waffer
4 unidades (30g)
      5,0 g
Sorvete de creme, com recheio de doce
de leite coberto com chocolate ao leite.
1 casquinha (81g)
      1,4 g
 
 
 

Pin It on Pinterest

Share This