Escolha uma Página
Muitas pessoas aproveitaram o último feriado prolongado para viajar, ‘pular’ carnaval, prestigiar desfiles de escolas de samba ou coisas do gênero… Eu aproveitei para descansar, ler e assistir filmes, além é claro de curtir a família e boas companhias!
Uma das vantagens de ficar em casa é ter a oportunidade de assistir filmes. E olha que tinha DVD comprado há mais de um mês! Ao todo, foram cinco!
Alguns excelentes, outros nem tanto.
Levando em consideração que hoje é sexta-feira e que talvez você ainda não tenha nada programado para o fim de semana que se aproxima, segue abaixo a relação dos filmes que eu assisti!
A gangue está em campo
(Drama/ Crime/ Esporte)
O filme é baseado em uma história verídica (ADORO filmes assim!). Um oficial de detenção de acampamento juvenil cria um time de futebol americano. Por meio do esporte os infratores resgatam a auto-estima e a responsabilidade social. O grupo de adolescentes consegue uma segunda chance. Muito bom. Excelente filme! 
O amor não tira férias
(Comédia romântica)
Um romance descontraído e divertidíssimo. A história de duas mulheres que decidem dar um tempo em seus problemas em um Natal bem longe de casa. Deprimidas, as duas estão dispostas a tentar uma nova experiência e aceitam participar de um programa de troca de casas, em que cada uma passa duas semanas vivendo na casa da outra.
O filme tem mais de duas horas de duração, mas não se preocupe, passam voando! É ótimo!
Um parto de viagem
(Comédia)
Peter Highman (Robert Downey Jr.) está longe de casa e vai ser pai pela primeira vez. Assim, tudo o que ele queria era acompanhar o parto de seu filho e para isso ele tem exatos cinco dias para chegar a Atlanta, algo que um simples vôo faria em algumas horas. Mas ele não contava em conhecer, no meio do caminho, o aspirante a ator Ethan Tremblay (Zach Galifianakis), alguém que irá transformar sua viagem de volta numa verdadeira loucura.
Este filme foi mal falado pela crítica “especializada”. Mas como não ligo para as críticas para ver um filme, assisti! Não me arrependi. O começo é ‘parado’, mas depois fica bom!
A rede social
(Drama)
Mais do que a criação do Facebook, é a história de toda uma geração que mudou o mundo através da internet e o retrato de um indivíduo complexo e genial. A história de um nerd que fica bilionário. Vale ressaltar que ‘A Rede Social’ ganhou três prêmios no Oscar: roteiro adaptado, trilha sonora e edição.
Ps.: Adorei saber que um brasileiro foi ‘sacaneado’ pelo criador do Facebook e que no final recebeu bilhões! Não sabia que um brasileiro contribuiu na criação de uma das redes sociais mais utilizadas no mundo! Acho até que vou criar um perfil no tal do Facebook!
Bruna Surfistinha 
A produção com Deborah Secco é baseada na história real da garota de programa Rachel Pacheco. Raquel era uma jovem da classe média paulistana, que estudava num colégio tradicional da cidade. Um dia ela tomou a decisão de virar garota de programa.
Com o codinome de Bruna Surfistinha, Raquel viveu diversas experiências “profissionais” e ganhou destaque nacional ao contar suas aventuras sexuais e afetivas num blog, que depois virou um livro.
Como disse uma amiga: “o filme é excelente para quem quer ver a Débora Seco nua”. Sim, as cenas de sexo são muitas e são ousadas. Sinceramente não achei grande coisa. Não me agradou como filme, mas impressiona como história (como escrevi anteriormente, filmes baseados em histórias verídicas, de maneira geral, me agradam!).

Pin It on Pinterest

Share This