Escolha uma Página
Oi saudáveis!
Se você costuma optar pelos azeites extravirgens por acreditar que eles sejam mais puros, saborosos e saudáveis, é melhor tomar cuidado, pois você pode estar sendo enganado.
Há alguns dias foi divulgado os resultados que a ProTeste fez com os azeites de oliva no mercado. Transfiro aqui as principais informações sobre a notícia:

ENTENDA O QUE É AZEITE E QUAIS AS QUALIDADES
§ azeite extra virgem tem qualidade superior e custa até o dobro do azeite de oliva comum. Possui melhor aroma/sabor e apresenta menos de 0,8% de acidez. 
§  azeite virgem possui uma acidez maior, podendo chegar a 2%.  
§ azeite comum mistura azeite refinado com azeite de oliva virgem. Recebe o nome comercial de “azeite de oliva”. Sua acidez não pode superar 1%. 
A Proteste – Associação de Consumidores testou 19 marcas de azeite extravirgem e constatou que quatro (Figueira da Foz, Tradição, Quinta d’Aldeia e Vila Realnão podem nem ser consideradas azeites, e sim uma mistura de óleos refinados. 
Outros sete (Borges, Carbonell, Beirão, Gallo, La Espanhola, Pramesa e Serrata) são apenas virgens. 

Menos da metade dos produtos avaliados, apenas oito, apresentam qualidade de extravirgem. São eles: Olivas do Sul, Carrefour, Cardeal, Cocinero, Andorinha, La Violetera, Vila Flor, Qualitá
Dos quatro testes que a entidade já realizou com esse produto, este foi o com o maior número de fraudes contra o consumidor.

Provavelmente as marcas “condenadas” irão corrigir as falhas, mas até lá é melhor optarmos pelas aprovadas: Olivas do Sul, Carrefour, Cardeal, Cocinero, Andorinha, La Violetera, Vila Flor e Qualitá  ;)
Fonte: ProTeste

Pin It on Pinterest

Share This