Escolha uma Página

Cores, texturas, cheiros e sabores diferentes. 
Além de decorarem as mesas na noite de Natal, as frutas desta época oferecem inúmeros benefícios à saúde. 

Abacaxi

Cultivado em várias regiões tropicais do mundo, o abacaxi faz muito bem à saúde. É possível aproveitar quase todas as partes da fruta – não apenas a polpa, mas também a casca. Muito consumido no verão, especialmente na época do Natal, o abacaxi regula o colesterol e acelera a cicatrização. Rica em fibras, vitamina C, betacaroteno e minerais, a fruta reduz a retenção de líquido, alivia a dor de estômago, combate as pedras nos rins e deve fazer parte da dieta das pessoas que estão dispostas a perder alguns quilos neste final de ano. E que tal aproveitar as cascas do abacaxi? Elas podem ter vários destinos na cozinha: dá para preparar um doce bem saboroso com as sobras, e também é possível fazer um chá, eficiente no combate às doenças respiratórias.


Ameixa

É uma fruta multifuncional para a saúde. Regula o intestino, aumenta a imunidade, melhora o humor e combate o envelhecimento precoce. Tudo isso se deve às fibras e às altas doses de minerais e vitaminas presentes na ameixa, que está mais do que liberada para quem quer emagrecer. A maior parte das ameixas que consumimos é cultivada na Bahia, em Minas Gerais e no Distrito Federal, e o período de colheita dura de dezembro a fevereiro. 


Cereja

Pouca gente sabe, mas esta fruta originária da Ásia pode ser considerada como um anti-inflamatório natural, que alivia as dores no corpo e previne infecções. Além disso, a cereja tem propriedades capazes de evitar o câncer, e, assim como o pêssego, também é indicada a reabilitação de final de ano – já que, além de ser muito diurética, também ajuda a hidratar o corpo. Rica em vitaminas, a fruta atua contra a pressão alta e evita os gases intestinais. Apesar de ser doce, os diabéticos também podem consumir a cereja fresca sem moderação. Ela também está liberada para as pessoas que querem emagrecer, porque libera sensações de saciedade.


Figo

O figo é altamente energético por ser rico em açúcar, contém sais minerais, cálcio, fósforo, potássio e vitamina C. Ele tem também Vitaminas: A, C, B1, B2. Ajuda nas inflamações do sistema respiratório, é um laxante suave, por ter fibras solúveis, tem substancias que previnem o câncer, sendo que o figo fresco é considerado um ótimo expectorante.O figo seco não perde as suas propriedades, apenas tem uma quantidade menor de água. A única contra-indicação ao comer esse fruto é a quantidade de açúcar que ele tem, principalmente se você estiver fazendo regime alimentar para perder peso, neste caso, tome cuidado! 


Pêssego
O segredo é consumir o pêssego em sua totalidade: a pele que cobre a fruta é a parte que tem mais minerais, vitaminas e antioxidantes. Cheio de fibras que regulam a digestão, o pêssego também previne pedras nos rins e tem grandes quantidades de potássio, que alivia os problemas cardiorrespiratórios.Quem costuma cometer exageros nas festas de final de ano e procura um desintoxicante natural já pode dar às mãos para esta fruta: por ser altamente diurético, o pêssego ajuda a eliminar algumas toxinas do corpo e melhora o desempenho do fígado.


Tâmara
Comer três tâmaras por dia, aumenta substancialmente o passaporte para uma vida longa e saudável.Tâmaras reduzem o colesterol e melhora a circulação do sangue.
Tâmara moída é ótima para hidratar a pele, devido aos seus óleos ricos em propriedades. É altamente nutritiva por conter proteínas, açúcares, sais minerais, vitaminas (principalmente a vitamina C). Também é rica em vitamina B5, que proporciona efeitos tranquilizantes e relaxantes, criando um bem-estar e funcionando muito bem como um anti-stress. Ajuda quem sofre de insônias ou tem dificuldades em dormir – na sua composição há triptófano que estimula a formação de melatonina contribuindo para um sono tranquilo.
Rica em fibras, potássio, ferro e cálcio possui na composição 72% de hidratos de carbono simples e complexos, o que faz deste fruto um alimento muito energético, sendo um alimento ideal, para desportistas, crianças e trabalhos enérgicos. Os sais minerais são fundamentais e ajudam a manter o equilíbrio de fluidos, controlar a contração muscular, o transporte do oxigênio para a parte muscular e regular o metabolismo energético do organismo.
Por ser rica em ferro, a tâmara é recomendado para quem padece de problemas hepáticos e anemias. 


Uvas

Além de serem boas fontes de vitaminas, elas contêm resveratrol, uma propriedade que elimina os coágulos que entopem as artérias. Ricas em flavonoides, que inibem o envelhecimento das células e previnem o câncer. Quanto mais escuras as uvas, maior a quantidade destas substâncias na fruta. Para aproveitar os benefícios que as uvas nos oferecem, é preciso ingerir toda a fruta inclusive o caroço que contem grande teor de resveratrol. As cascas das uvas de coloração escura e avermelhada aumentam a produção do colesterol HDL (que faz bem para a saúde), enquanto as uvas verdes possuem antioxidantes que aceleram o metabolismo e aumentam a imunidade do corpo.

Fonte: Prof. Dr. Edson Credidio – MD – PhD – Pós – Doc.; Médico Nutrólogo; Angiologista; Clínico Geral; Doutor em Ciências de Alimentos pela Unicamp; Pós-Doutorado em Alimentos Bioativos pela Unicamp


As fotos foram retiradas da internet. Se você é fotógrafo ou responsável por agenciar conteúdo fotográfico, que possua os direitos dessas imagens, e não quer que elas apareçam aqui, favor entrar em contato e será prontamente removida.

Pin It on Pinterest

Share This