Escolha uma Página
Aproveitei a mobilização da Semana Mundial do Aleitamento Materno, que ocorre entre os dias 1º e 7 de agosto, para postar algumas dicas para as mamães! Confira a entrevista com a dentista (e mãe!) Lilian Guedes:
Dúvida frequente: será que o meu leite é fraco?
Não existe leite fraco. O leite materno é um composto natural que possui todas as substâncias que faltam ao recém-nascido, protegendo-o de agressões diversas, alem de possuir os nutrientes necessários ao seu crescimento. Não existe nada mais natural e completo que possa substituir o leite materno. A mãe deve esvaziar totalmente uma das mamas e em seguida oferecer a outra, assim estará garantindo a alimentação do bebê. O leite nos primeiros minutos tem uma cor mais clara, por conter  mais água em sua constituição. Conforme o tempo de amamentação o leite passa a ter uma coloração amarelada, por conter mais gordura – que dará a sensação de saciedade.

Como saber se meu filho está bem alimentado após a mamada?
A mãe deve ficar tranqüila se o bebê urinar várias vezes ao dia, ganhar peso e crescer adequadamente.
Porque o bico do peito racha? Como prevenir rachaduras?

Os bicos só racham se houver alguma falha na técnica de amamentar. Para prevenir a mãe deve procurar identificar e corrigir as falhas na pega ou na interrupção da mamada. Aplicar durante 10 minutos banhos de sol, das 7h às 10h, ou banho de luz (a 30 centímetros de distância de uma lâmpada de 40 watts).

A amamentação é um método contraceptivo?
Quando o bebê for alimentado apenas com o leite materno (aleitamento exclusivo), a menstruação poderá demorar longos períodos para retornar (até mais de um ano). O aleitamento materno EXCLUSIVO, por si só, já é um método anticoncepcional, desde que você ainda não tenha menstruado e que os intervalos entre as mamadas não ultrapassem seis horas.
Bebê pode ter cárie? 
Sim. Quando aparecem os primeiros dentinhos a mãe já deve se preocupar. A cárie mais comum nesta época é conhecida como ‘cárie de mamadeira’ ou ‘cárie rampante’. É causada pela ingestão de leite adoçado antes de dormir. Por isso aconselho que a última mamada seja realizada, pelo menos, meia hora antes do bebê dormir, assim a higiene bucal poderá ser feita.

 

Como fazer a higienização correta das mamadeiras e chupetas?


Com a higienização e esterilização correta das mamadeiras e chupetas podemos evitar que bebês sejam expostos a vírus e bactérias causadores de sapinhos, infecções do sistema digestivo e diarréia. Antes do primeiro uso, devemos esterilizar a mamadeira e a chupeta. Existem esterilizadores que são vendidos em casas especializadas de produtos infantis. Mas o método de colocar a mamadeira e/ou a chupeta imersa em água e fervendo por 5 minutos, em fogão e microondas, também é eficaz.
Vale ressaltar que existe diferença entre higienização e esterilização. A higienização é quando fazemos a limpeza de bicos e recipientes através do uso de sabão neutro, água e escovas próprias. Esterilização é quando eliminamos completamente bactérias e germes através de um esterilizador e/ou como já mencionamos anteriormente, através da fervura da água. Como nos primeiros meses o sistema imunológico do bebê ainda está em formação é necessário que se faça a higienização e, posteriormente, a esterilização.
No caso das chupetas,  aconselho que a mãe tenha uma quantidade suficiente esterilizada e armazenada em recipientes próprios. Assim quando uma cair ao chão ela  terá outra para oferecer.
Já que o assunto é higiene bucal, quais os riscos de armazenar escovas em copos ou recipientes abertos sobre a pia ou armário do banheiro?
Após a escovação, as bactérias presentes na boca alojam-se nas cerdas, portanto, se a higienização da escova não for feita corretamente ela se tornará uma fonte de bactérias. Quando elas ficam próximas umas das outras, em copos ou armários, servem de ambiente fértil para a proliferação de vírus, bactérias e fungos causadores de cárie, gengivite e periodontite.
Como fazer a higienização correta das escovas?
Procure deixar a escova em um local fresco, seco e longe do vaso sanitário. Nunca deixe a escova em lugares quentes e úmidos, como dentro de bolsas ou gavetas. As ‘capinhas’ precisam ter furos para ventilação e usadas somente após a higienização das cerdas – essa higienização pode ser feita com antisséptico bucal. Recomendo que, após a escovação, seja usado um spray de digluconato de clorexidina a 0,012%,  encontrado em enxaguatórios bucais manipulados ou de marcas famosas. Após a escovação borrifa-se sobre as cerdas.
Qual o tempo de troca das escovas?
O ideal é uma vez por mês. Mas se as pessoas trocarem de escova a cada três meses já é excelente!

– as imagens utilizadas acima são de fontes externas e não autorizadas. Se você é fotógrafo ou responsável por agênciar conteúdo fotográfico, que possua os direitos de alguma dessas imagens, e não quer que ela apareça aqui, favor entrar em contato e ela será prontamente removida. 

Pin It on Pinterest

Share This