Escolha uma Página
Turminha, voltei!
Hoje no programa falamos sobre os tipos de açúcar e suas características!  Quem assistiu?!
A entrevista foi ótima e bastante esclarecedora. Se você perdeu ou quer relembrar as principais informações, é só conferir este post!
;)
Boa leitura! 


Açúcar mascavo: por não passar pelo processo de refinamento, a qualidade nutricional do açúcar mascavo é melhor, em relação ao açúcar refinado. Ele apresenta vitaminas e minerais que não estão presentes na versão refinada. É extraído da cana-de-açúcar e mantém as mesmas vitaminas e sais minerais dessa planta. É considerado o mais “puro”, portanto, também o mais saudável.
Açúcar demerara: fica no processo intermediário entre o mascavo e o refinado. Não passa por branqueamento. Por isso, mantém as vitaminas e sais minerais no mesmo nível que o mascavo. O grão do açúcar demerara  é marrom-claro e possui um beneficio em relação ao mascavo: não altera o sabor dos alimentos como faz o mascavo.
Açúcar orgânico: o diferencial deste tipo de açúcar é que a cana utilizada em sua fabricação é cultivada sem fertilizantes químicos. Além disso, o açúcar orgânico utiliza processos apoiados na sustentabilidade do meio ambiente, desde o plantio até a etapa final. Suas características nutricionais se assemelham com as do açúcar mascavo e/ou demerara. Portanto, apresenta uma quantidade maior de vitaminas e minerais em relação ao açúcar refinado. 
Açúcar cristal: para que o resultado seja este tipo de açúcar, o caldo de cana passa por processos de purificação, evaporação, cristalização, centrifugação e, por último, pela secagem. Recebe adição de gás sulfídrico e outras substâncias químicas para ficar claro. Nesse processo, perde vitaminas e sais minerais. A partir do açúcar cristal outros tipos de açúcar, como o refinado e o confeiteiro, são obtidos. O açúcar cristal, portanto, passa por menos processos na hora de ser preparado. 

Açúcar refinado: tipo de açúcar conquistado a partir da diluição do açúcar cristal. A calda obtida passa por diversos processos até chegar ao peneiramento. A porção mais fina é separada para a obtenção do açúcar de confeiteiro e, o restante, é o açúcar refinado. 

Frutose: É extraída de frutas e do milho. A frutose adoça cerca de 30 vezes mais do que o açúcar comum e a fornece a mesma quantidade de calorias que o açúcar refinado.
Açúcar de confeiteiro: após o peneiramento do açúcar para a separação dos grãos que vão dar origem ao açúcar refinado e de confeiteiro, amido é adicionado. A finalidade da junção é evitar a aglomeração dos pequenos cristais, formando assim, o açúcar de confeiteiro. 
Saiba mais:
100 gramas de açúcar mascavo possui: 85 miligramas de cálcio, 29 miligramas de magnésio, 22 miligramas de fósforo e 346 miligramas de potássio. Para comparar, na mesma quantidade de açúcar refinado, encontra-se, no máximo, 2 miligramas de cada um desses nutrientes.
Agora que você já sabe um pouco mais sobre os refinados e integrais poderá fazer sua escolha e, quem sabe, ter hábitos mais saudáveis. =D

Fonte: Edson Credidio, médico nutrólogo, doutor em Ciência dos Alimentos e Membro da American College of Nutrition (ACN)


– a imagem utilizada acima é de fonte externa. Se você é fotógrafo ou responsável por agênciar conteúdo fotográfico, que possua os direitos dessa imagem, e não quer que ela apareça aqui, favor entrar em contato e ela será prontamente removida. 

Pin It on Pinterest

Share This